sexta-feira, junho 15, 2007

Maluco, não burro

Hoje estava eu em frente a casa da minha vovó, que esta um pouco gripada hoje, e avistei um maluco total no canteiro da avenida discursando para anões, elfos e dragões, algumas arvores o ouviam a distância, e eu todo curioso avistava sua desenvoltura.

->1º fato= Bom, até aí tudo bem, mais um maluco, que deve ter tido um blog em sua juventude e consumido muito trident sabor colgate, maaaas percebi que era maluco, mas não burro, havia apenas uma grande arvore no canteiro, e ele estava desde manhã, já era umas 3 da tarde, ele simplismente acompanhou a desenvoltura da sombra da árvore para não ficar no sol, PÔ, concluí, ou é uma incrivel coincidência ele não querer ficar neste agradavel sol de 44º ou ele não é nenhum pouco burro!
-> 2º fato= Cumprindo meu dever de cidadão levei um pão e um leite para ele, olha a frase do cidadão ao me ver: Obrigado cara, acabei de comer um pastel que um camarada me deu, não estou com fome, então guardo o leite e o pão aqui do lado e mais tarde eu como, obrigado!

Moral da história: Não importa se você é maluco, desde que você acompanhe a sombra e aceite os pães e leite, tudo bem!

Marcadores:

1 Comentários:

Às 11:30 PM , Anonymous Anônimo disse...

Nunca vi um blog com tantos erros de português!!! Sugiro que estude mais um pouco e volte a postar.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

Seu Gunda
Seu Gunda online
Google